Desde 2004
A pioneira em revalidação de diplomas de medicina no Brasil.

Atendimento ao Cliente
Tel. (67) 99937 5532

 

Caminhos para revalidação de diploma no Brasil

Caminhos para revalidação de diploma no Brasil

Atualmente no Brasil possuímos apenas duas espécies de procedimentos com vistas à revalidação de diplomas, o "ordinário" que compreende, inscrição, análise de documentos, julgamento de equivalência curricular, possibilidade de aplicação de provas e complementação de estudos; e o "sumário", que se resume a aplicação de prova e análise de veracidade dos documentos antes do registro do diploma. O Procedimento ordinário de revalidação pode ser feito de duas formas distintas: através da Plataforma Carolina Bori e diretamente na instituição de ensino quando a mesma não estiver cadastrada na referida plataforma (como a UFMT), limitado o número de tentativas de revalidação há apenas duas para cada diploma.

No caso da Plataforma Carolina Bori, entendemos que há limitação de inscrições a um padrão que não consegue atender minimamente a demanda existente, bem como uma quantidade de documentos que extrapolam a segurança jurídica do procedimento representando uma verdadeira barreira para quem já se graduou há certo tempo.

Relativo às inscrições feitas diretamente na instituição de ensino superior, permanecemos apenas com a UFMT realizando o procedimento de revalidação de forma a respeitar a legislação existente, inclusive permitindo complementação de estudos.

A UFMT atualmente, reserva o direito de reavaliar a complementação de estudos , poderá haver duas avaliações após a conclusão da complementação , sendo a primeira objetiva e a segunda, que será aplicada somente em caso de reprovação , será prática. Já com relação ao Procedimento Sumário de Revalidação (INEP), o único aspecto positivo é a ausência de limitação quanto ao número de provas a serem realizadas. Segundo fontes não oficiais, o procedimento pelo INEP, poderá ser extinto.

Portanto, na situação atual, há uma necessidade de que seja feito um planejamento de como revalidar o seu diploma, inclusive para evitar que se torna impossível o seu registro no Brasil conforme legislação atual.

A revalidação não inclui especialidades, apenas o título de médico generalista.

Tendo em vista o quadro atual, aconselhamos que busquem uma assessoria profissional para evitar prejuízos futuros.

Há seis anos, a REVALMED, representada pelo seu diretor Dimas Akucevikius, criou e implantou em parceria com a FUNEC/UNCE (Caratinga-MG) curso sequencial para complementação de estudos. Cabendo EXCLUSIVMENTE à REVALMED através de seu diretor ou convidados a lotação das vagas existentes.

Estamos recebendo e conferindo documentos , caso tenha interesse, envie e-mail para revalmed@gmail.com com texto: Proposta para inscrição UFMT. Realizando sua inscrição conosco, terá prioridade na RESERVA DE VAGA para complementação

Viste nosso site: www.revalmed.com.br/ navegue no menu, veja depoimentos. Há 16 anos ofertamos suporte para revalidação. Mais de 3.000 inscrições realizadas. Mais de 1.000 diplomas revalidados.