Desde 2004
A pioneira em revalidação de diplomas de medicina no Brasil.

Atendimento ao Cliente
Tel. (67) 99937 5532

 

Abertura de novas inscrições para revalidação

Caro(a) Revalidando(a),

Atualmente possuímos no Brasil três formas de revalidação de diplomas estrangeiros/reconhecimento de títulos de mestrado e doutorado: Revalida (INEP), Portal Carolina Bori (procedimento ordinário), bem como outras inscrições para o procedimento ordinário feito diretamente nas universidades públicas (como o da UFMT).

Ocorre que, da forma como tem sido coordenados estes programas, paira uma dúvida sobre sua continuidade e eficácia.

O programa Revalida, ainda, sequer, encerrou seu procedimento do ano de 2017 e, conforme nota do presidente do INEP, somente deve ter seus resultados publicados, em dezembro deste ano, portanto, fica evidente que não teremos REVALIDA 2018.

Sobre o Portal Carolina Bori, também as perspectivas não são das melhores, baixo número de inscrições (apenas dez abertas em todo o ano de 2018 até o momento), valores abusivos de taxa (R$7.500,00 – sete mil e quinhentos reais, cobrados pela UFMS), e, somente para a Federal do Mato Grosso do Sul, apenas um único diploma foi revalidado desde a instituição do Portal CB.

As instituições que um dia abriram procedimentos de revalidação e tiveram qualquer resultado minimamente satisfatório, UFMT, UFC, UFPB, UFRN, hoje, ou se escondem através do vínculo ao Portal CB ou, como a UFMT, cedem ano a ano a pressões realizadas pelo Conselho Federal de Medicina para limitar acesso, aplicar provas mais difíceis, cobrar taxas mais caras, não permitir a complementação de estudos, e possibilidade de aplicar prova após a complementação, etc.

Fato é que, a UFMT que até então havia demonstrado um comportamento como prestadora de serviços públicos, exemplar, pela primeira vez em anos, não publicou seu edital de revalidação em março, e não temos sequer a possibilidade de sabermos se irão publicar este ano, por conta de mudança de nomes e comportamento dos atuais servidores que hoje atuam no setor de revalidação de UFMT.

Há ncessidade de buscar alternativas principalmente protocolizando requerimentos junto às Universidades previamente escolhidas para que cumpram o que determina a legislação atual e permitam ao menos a tentativa da busca da possibilidade do exercício profissional.

Portanto, diante desta situação, em que esperar não deve gerar resultado algum, é importante que se peça administrativamente e posteriormente pela via judicial, que as universidades públicas brasileiras, cumpram o que manda a constituição, que o serviço público seja eficaz. Cobrar a proteção de seus direitos é preciso.

Estamos formando grupos para nscrições, procurando reduzir custos. E ntre em contato para maiores informações através de nosso e-mail: revalmed@gmail.com

Digite apenas - Inscrição